Arquivo de Tag: Codil

Arroz queimado? Não se desespere.

23 jun

Deixou o arroz queimar?

 

Deixou o arroz queimar?
Os convidados já estão chegando? Não se desespere!

Abaixo você confere duas dicas simples e super eficazes que irão salvar você dessa tragédia.

1ª dica – Pão

Desligue o fogo e retire a panela do fogão;

Coloque meio pão francês ou pão de forma dentro da panela e tampe, deixando agir por 20 minutos.

O pão irá absorver o sabor e o aroma do arroz quimado.

Transfira o arroz que não está queimado para outra panela, sem raspar o fundo, e pronto!

2ª dica – Cebola

Desligue o fogo e retire a panela do fogão;

Corte uma cebola ao meio e coloque dentro do arroz queimado por alguns minutos;

Transfira o arroz para outra vasilha sem retirar o fundo que queimou.

A cebola tira todo cheiro de queimado e ainda deixa um aroma maravilhoso.

Importante!

Nunca tente retirar o sabor de queimado adicionando água, pois isso só irá espalhar o gosto por todo o arroz.

Feijão Tropeiro – um prato básico para toda refeição

6 dez

post

Oi, gente linda!

Quem, como nós, não ama Tropeiro? Então, para ajudar a disseminar todo esse amor, a receita de hoje é o básico, mas muito delicioso Feijão Tropeiro. 

Para quem ainda não sabe, este era o prato essencial dos tropeiros,  homens que conduziam o gado por todo o estado de Minas Gerais na metade do século 20. O feijão era misturado à farinha de mandioca, torresmo, linguiça, ovos, alho, cebola e tempero.

Segue a receita completa para saborearmos este prato tão mineiro e tão tradicional:

INGREDIENTES:

  • 250 g de toucinho fresco cortado em cubos pequenos;
  • 2 dentes de alho amassados;
  • 1 colher (sopa) de sal;
  • 1 cebola média picada;
  • 1 pimentão verde médio sem sementes, picado;
  • 2 colher (sopa) de salsa e cebolinha picadas;
  • 5 xícaras de Feijão Codil cozido e escorrido;
  • 4 xícaras de couve cortada em tiras bem finas;
  • 1 1/2 xícara de farinha de mandioca.

    MODO DE PREPARO:

  • Coloque o toucinho em uma panela, leve ao fogo médio e frite até ficar ligeiramente dourado, com uma escumadeira, tire-os da panela e deixe escorrer sobre papel absorvente;
  • Coloque alho amassado, sal, cebola, pimentão, salsa, cebolinha na panela com a gordura e cozinhe em fogo médio, mexendo de vez em quando, por cerca de 5 minutos;
  • Acrescente o feijão, misture, continue o cozimento por mais alguns minutos, junte a couve, cozinhe rapidamente só até murchar um pouco;
  • Apague o fogo e junte a farinha de mandioca aos poucos, mexendo sempre até formar uma farofa;
  • Acrescente os torresmos, passe para um prato de servir e leve à mesa.

    Rendimento: 6 porções.

Promoção Novembro 5 Estrelas Codil

8 nov

novembro

Oi, gente linda!

Mais uma promoção da parceria Codil e Cruzeiro Esporte Clube!

Para deixar este Neste Novembro Azul ainda mais azul, a Codil vai sortear 4 camisas oficiais do time mais azul de Minas Gerais! Haverá sorteio toda semana de 1 camisa oficial do Cruzeiro até o fim do mês (nos dias 11/11, 18/11, 25/11 e 02/12).

O primeiro sorteio já acontece nesta sexta-feira (11/11), então corra para participar! As regras são as seguintes:

  •         Curta nossa página no Facebook (www.facebook.com/Codilalimentosou siga nossa página no Instagram (@codilalimentos);
  •         Curta o post oficial da promoção no Facebook (www.facebook.com/Codilalimentos) ou no Instagram (@codilalimentos);
  •         Todos os sorteios serão válidos para Facebook e Instagram, ou seja, pode haver ganhadores de qualquer uma das redes sociais;
  •         Maque 3 amigos nos comentários (lembrando que os nomes devem ser linkados, ou seja, ficarem azuis, para serem validados;
  •         O sorteado ganhará 1 camisa oficial do Cruzeiro (disponível nos tamanhos P, M, G, EG, EGG);
  •         Promoção válida para todo o estado de Minas Gerais.

Não fique de fora desta! Fique atento a todas as datas de sorteio e boa sorte! 🍀🍀🍀🍀

Maria Isabel – do Piauí para o mundo

24 out

maria-isabel-1

 

Oi, gente linda!

Já falamos por aqui sobre as receitas brasileiras mais tradicionais que levam o arroz como ingrediente principal, e entre eles citamos o Maria Isabel. Hoje vamos contar um pouquinho mais da história deste prato e dar a receita para que a gente possa conhecer também seu sabor.

A receita vem do Piauí e é composta basicamente de carne de sol, cebola, pimentão, alho, pimenta-do-reino, coentro e cebolinha verde. Apesar das semelhanças com o Arroz de Carreteiro do Rio Grande do Sul, a teoria é de que o Maria Isabel tenha surgido muito antes da chegada dos colonos gaúchos, possivelmente entre as décadas de 20 e 30.

A lenda de sua origem diz que o arroz Maria Isabel surgiu entre as famílias pobres e numerosas do interior do estado. O prato começou a ser preparado para que as mulheres se alimentassem de carne, pois, na época só os homens a consumiam. Foi então que uma mãe decidiu pegar um pedaço de carne do alforje do marido que ia trabalhar, partiu em cubinhos e cozinhou com arroz para servir a toda a família e decidiu dar o nome das duas filhas ao prato: Maria e Isabel.

INGREDIENTES

• 1/2kg de carne de sol;
• 1/2 xícara (chá) de óleo;
• 1 dente de alho picado;
• 1 cebola picada;
• 1 pimentão picado;
• 8 a 9 xícaras (chá) de água fervendo;
• Cheiro verde (coentro e cebolinha) picado a gosto;
• Pimenta-do-reino moída na hora a gosto (opcional);
• Molho de pimenta a gosto (no liquidificador, bata pimentas dedo de moça, azeitonas sem caroço, extrato de tomate, cebola, alho, azeite, vinagre, páprica, cheiro verde e uma pitada de sal. Quando os ingredientes ficarem bem batidos, passe o molho para um pote fechado e guarde na geladeira);
• Colorau a gosto (opcional);
• Salsinha para finalizar (opcional).

ACOMPANHAMENTO (opcional)
• Ovos estrelados e paçoca de carne de sol

PREPARO

  • Lave a carne e, se necessário, coloque-a de molho para retirar o excesso de sal. Escorra;
  • Corte a carne em cubinhos;
  • Em uma panela, aqueça o óleo, junte a carne, tempere com a pimenta-do-reino e refogue. Incorpore o alho, a cebola e refogue mais um pouco. Acrescente o pimentão, o cheiro verde e o molho de pimenta da vovó;
  • Adicione o arroz, mexa bem, coloque a água fervendo e acrescente o colorau. Se necessário, ajuste o sal;
  • Sirva com folhas de salsinha em cima, se quiser;
  • Se gostar, acompanhe com os ovos e a paçoca;
  • Se preferir, decore com lascas de coco.

 

Como fazer o autoexame

11 out

cura_cancer_de_mama

 

Oi, gente linda!

Hoje vamos falar de um assunto bem sério: o Câncer de Mama. Estamos em plena campanha do Outubro Rosa, mês de conscientização da sociedade ao combate desta doença que atinge nossas mulheres. Sendo assim, vamos ensinar os passos para praticar o autoexame, pois a identificação do câncer de mama de forma precoce é importantíssima para garantir seu tratamento. Vale lembrar que 80% dos tumores são descobertos pela própria mulher ao apalpar as mamas.

  • DE PÉ EM FRENTE AO ESPELHO OBSERVE: o bico dos seios, superfície e o contorno das mamas;
  • AINDA EM PÉ, EM FRENTE AO ESPELHO: levante os braços e observe se o movimento altera o contorno e a superfície das mamas;
  • DEITADA, COM A MÃO DIREITA, APALPE A MAMA ESQUERDA: faça movimentos circulares suaves, apertando levemente com a ponta dos dedos;
  • DEITADA, COM A MÃO ESQUERDA, APALPE A MAMA DIREITA: faça movimentos circulares suaves, apertando levemente com a ponta dos dedos;
  • NO BANHO, COM A PELE ENSABOADA: com a pele molhada ou ensaboada, eleve o braço direito e deslize os dedos da mão esquerda suavemente sobre a mama direita, estendendo até a axila. Faça o mesmo na mama esquerda.

Página 1 de 512345