Preparo Gohan – Arroz Tradicional Japonês

31 out

arroz-sushi

 

Oi, gente linda!

Agora que não há segredo para ninguém, tá na hora de testar a novidade Arroz Codil Oriental! 

A receitinha de hoje é o Gohan. Para quem ainda não conhece, o Gohan não é apenas o filho do Goku de Dragon Ball… O Gohan representa o que há de mais essencial na culinária japonesa. Lá, o arroz é um alimento de grande importância cultural. Por séculos ele foi usado como moeda no japão, os salários dos samurais eram pagos com arroz e a riqueza dos senhores feudais era calculada por seus estoques do produto. Ainda hoje os lutadores de sumô são premiados simbolicamente com grãos de arroz e sua palha é considerada sagrada, sendo usada para fazer cordas e demarcar locais, árvores e pedras onde acredita-se que haja uma divindade.

Agora aprenda a fazer essa delícia!

MODO DE PREPARO

  • Para 2 porções, coloque 1 xícara (chá) de arroz (200g) em uma panela de tamanho médio e lave rapidamente, sem quebrar os grãos;
  • Escorra a água, acrescente 1 xícara e meia (chá) de água fria (300ml) e deixe de molho por 15 minutos ou até que os grãos fiquem brancos e opacos;
  • Leve ao fogo alto, com a panela tampada, até o ponto de fervura;
  • Abaixe a chama e cozinhe por mais 10 minutos, sem destampar a panela;
  • Apague o fogo e deixe descansar tampado por mais 10 minutos antes de servir.

 

Maria Isabel – do Piauí para o mundo

24 out

maria-isabel-1

 

Oi, gente linda!

Já falamos por aqui sobre as receitas brasileiras mais tradicionais que levam o arroz como ingrediente principal, e entre eles citamos o Maria Isabel. Hoje vamos contar um pouquinho mais da história deste prato e dar a receita para que a gente possa conhecer também seu sabor.

A receita vem do Piauí e é composta basicamente de carne de sol, cebola, pimentão, alho, pimenta-do-reino, coentro e cebolinha verde. Apesar das semelhanças com o Arroz de Carreteiro do Rio Grande do Sul, a teoria é de que o Maria Isabel tenha surgido muito antes da chegada dos colonos gaúchos, possivelmente entre as décadas de 20 e 30.

A lenda de sua origem diz que o arroz Maria Isabel surgiu entre as famílias pobres e numerosas do interior do estado. O prato começou a ser preparado para que as mulheres se alimentassem de carne, pois, na época só os homens a consumiam. Foi então que uma mãe decidiu pegar um pedaço de carne do alforje do marido que ia trabalhar, partiu em cubinhos e cozinhou com arroz para servir a toda a família e decidiu dar o nome das duas filhas ao prato: Maria e Isabel.

INGREDIENTES

• 1/2kg de carne de sol;
• 1/2 xícara (chá) de óleo;
• 1 dente de alho picado;
• 1 cebola picada;
• 1 pimentão picado;
• 8 a 9 xícaras (chá) de água fervendo;
• Cheiro verde (coentro e cebolinha) picado a gosto;
• Pimenta-do-reino moída na hora a gosto (opcional);
• Molho de pimenta a gosto (no liquidificador, bata pimentas dedo de moça, azeitonas sem caroço, extrato de tomate, cebola, alho, azeite, vinagre, páprica, cheiro verde e uma pitada de sal. Quando os ingredientes ficarem bem batidos, passe o molho para um pote fechado e guarde na geladeira);
• Colorau a gosto (opcional);
• Salsinha para finalizar (opcional).

ACOMPANHAMENTO (opcional)
• Ovos estrelados e paçoca de carne de sol

PREPARO

  • Lave a carne e, se necessário, coloque-a de molho para retirar o excesso de sal. Escorra;
  • Corte a carne em cubinhos;
  • Em uma panela, aqueça o óleo, junte a carne, tempere com a pimenta-do-reino e refogue. Incorpore o alho, a cebola e refogue mais um pouco. Acrescente o pimentão, o cheiro verde e o molho de pimenta da vovó;
  • Adicione o arroz, mexa bem, coloque a água fervendo e acrescente o colorau. Se necessário, ajuste o sal;
  • Sirva com folhas de salsinha em cima, se quiser;
  • Se gostar, acompanhe com os ovos e a paçoca;
  • Se preferir, decore com lascas de coco.

 

Como fazer o autoexame

11 out

cura_cancer_de_mama

 

Oi, gente linda!

Hoje vamos falar de um assunto bem sério: o Câncer de Mama. Estamos em plena campanha do Outubro Rosa, mês de conscientização da sociedade ao combate desta doença que atinge nossas mulheres. Sendo assim, vamos ensinar os passos para praticar o autoexame, pois a identificação do câncer de mama de forma precoce é importantíssima para garantir seu tratamento. Vale lembrar que 80% dos tumores são descobertos pela própria mulher ao apalpar as mamas.

  • DE PÉ EM FRENTE AO ESPELHO OBSERVE: o bico dos seios, superfície e o contorno das mamas;
  • AINDA EM PÉ, EM FRENTE AO ESPELHO: levante os braços e observe se o movimento altera o contorno e a superfície das mamas;
  • DEITADA, COM A MÃO DIREITA, APALPE A MAMA ESQUERDA: faça movimentos circulares suaves, apertando levemente com a ponta dos dedos;
  • DEITADA, COM A MÃO ESQUERDA, APALPE A MAMA DIREITA: faça movimentos circulares suaves, apertando levemente com a ponta dos dedos;
  • NO BANHO, COM A PELE ENSABOADA: com a pele molhada ou ensaboada, eleve o braço direito e deslize os dedos da mão esquerda suavemente sobre a mama direita, estendendo até a axila. Faça o mesmo na mama esquerda.

Receita de Arroz Doce da Vovó

4 out

arroz-doce-da-vovo

 

Oi, gente linda!

Hoje é dia de pensar na sobremesa! E que tal uma que tenho o selo Codil de qualidade? Vamos aprender a fazer um delicioso Arroz Doce com gostinho de doce da vovó. Anote a receita:

INGREDIENTES

  • 2 xícaras de arroz

  • 10 xícaras de água

  • 1 litro de leite

  • 1 lata de leite condensado

  • Açúcar e canela à gosto

MODO DE PREPARO

  • Cozinhe, em fogo baixo, o arroz nas 10 xícaras de água, até o arroz ficar mole;
  • Acrescente um litro de leite e mexa bem;
  • Deixe ferver durante cinco minutos;
  • Acrescente o leite condensado mexendo sempre;
  • Se não estiver doce o suficiente, acrescente mais leite condensado ou de quatro à seis colheres de açúcar;
  • Deixe reduzir até ficar um caldo grosso;
  • Depois de reduzido, coloque em porções individuais ou em uma travessa, e polvilhe com canela em pó.

 

Concurso Cultural Cozinhando com um Plus

27 set

14449919_1248577281832596_7779806640837255975_n

 

Oi, gente linda!

Recebemos tantos textos lindos e inspiradores, mas tivemos que escolher apenas um deles… A Angela Souza conseguiu captar a essência do que é ter um Plus em nossos dias de forma simplesmente especial ☺️❤️:

“Plus é acordar de manhã com um cheirinho de café…

Um sorriso de criança e uma abanada de rabo de um cachorro!

E na hora do almoço, com a família reunida, um arroz soltinho com cheirinho de que alguém cozinhou com amor.

É passar o dia, chegar a noite e não ter nada a pedir, apenas tudo a agradecer.

Isso é PLUS!!!”

Parabéns, Angela! Você arrasou no texto!

Página 5 de 51« Primeira...34567...102030...Última »